Keep us connected

Lisbon, 28 Feb 2020 (Lusa) – Portugal has so far had 59 suspected cases of infection with the new coronavirus (Covid-19), of which 57 were negative and the remaining two are awaiting laboratory results, the Direção-Geral da Saúde (DGS) announced today.

The data are in the daily epidemiological bulletin of Covid-19, according to which Portugal did not register any cases of infection at 18:00.

In the last 24 hours seven new suspected cases of infection were reported, 20 less than the number of new suspected cases released on Thursday.

The bulletin only mentions the cases registered in the country. There are two known cases of Portuguese people infected by the new coronavirus who are hospitalized in Japan.

The DGS keeps the risk to public health in Portugal moderate to high and reiterates that “taking into account the world epidemiological situation, it is necessary to consider the importation of cases of disease of citizens from China or other areas with active community transmission”, namely from Italy, Iran, Singapore, Japan, and South Korea.


Other Articles

Artigo em Portuguēs

Covid-19: Portugal com 59 casos suspeitos, maioria com resultados negativos – DGS

Lisboa, 28 fev 2020 (Lusa) – Portugal teve, até à data, 59 casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus (Covid-19), dos quais 57 deram negativo e os restantes dois aguardam resultados laboratoriais, divulgou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os dados constam no boletim epidemiológico diário do Covid-19, segundo o qual Portugal não registava, às 18:00, nenhum caso de infeção.

Nas últimas 24 horas foram reportados sete novos casos suspeitos, menos 20 face ao número de novos casos suspeitos divulgado na quinta-feira.

O boletim apenas menciona os casos registados no país. Há dois casos conhecidos de portugueses infetados pelo novo coronavírus que estão hospitalizados no Japão.

A DGS mantém moderado a elevado o risco para a saúde pública em Portugal e reitera que, “tendo em conta a situação epidemiológica mundial, é necessário considerar a hipótese da importação de casos de doença de cidadãos provenientes da China ou de outras áreas com transmissão comunitária ativa”, nomeadamente de Itália, Irão, Singapura, Japão e Coreia do Sul.

Share.

About Author

Leave a Reply