Keep us connected

Los Angeles, USA, 06 Mar 2020 (Lusa) – AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (Portuguese Agency for Foreign Trade and Investment) carried out an exploratory mission in Los Angeles, Southern California, which included an economic seminar with local investors to promote investment opportunities.

The initiative also included trade-related meetings and was carried out in coordination with the San Francisco Consulate and Consul General Maria João Lopes-Cardoso, who traveled to Los Angeles.

Teresa Fernandes, director of AICEP’s San Francisco office, told Lusa that this mission aimed to “open channels for Portuguese companies and promote even greater interest from local American companies”, taking into account “the size of the Southern California market and the strength of the region’s economic fabric, especially the aeronautics, fashion, film and technology industries”.

The seminar showed investment opportunities in Portugal to investors from various sectors, including cinema, which has been the target of promotion activities in Los Angeles for some time.

In November last year, the Portugal Film Commission was present at the American Film Market to promote the country as a film destination.

The program of initiatives in Los Angeles included an event for the local Portuguese community, which included more than 50 people from various sectors, including actor Joaquim de Almeida, producer Eduardo Durão, actress Marta Gil, businessman Tony Lima, biologist Ana Rocha and entrepreneurs José da Veiga and Francisco Lopes.

AICEP’s focus in the south of the state is on areas that have not been much addressed in the north, as they are stronger in the Los Angeles region. This is the case of fashion, where changes in relations with China may open more opportunities for Portuguese companies.

In the area of renewable energy and sustainability, there is particular interest in Los Angeles’ strategic plan, LA New Green Deal, a directive signed by ‘mayor’ Eric Garcetti in early February, which aims to have a less carbon dependent economy.

This plan will be implemented at the same time the city prepares for the 2028 Olympic Games, an event that will be a catalyst for changes in mobility and energy consumption.

This is one of the areas where AICEP believes it may be relevant to explore opportunities for Portuguese companies with experience in intelligent mobility, energy efficiency, and renewable energy production.

According to Teresa Fernandes, the mission “proved to be very promising” and achieved the goals that had been outlined by the office in San Francisco, where “Portugal has been gaining protagonism” with a focus on the technology industry.

The direct flight that TAP opened from the Californian city and Lisbon in the summer of last year has contributed to greater recognition of the country.

“We believe we are planting the seeds, namely the network of contacts, including the Portuguese in the region, that will be useful in the future for Portuguese companies and for attracting investment,” he added.

Artigo em Português

AICEP explora oportunidades para empresas portuguesas no sul da Califórnia

Los Angeles, EUA, 06 mar 2020 (Lusa) – A AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal realizou uma missão exploratória em Los Angeles, no sul da Califórnia, que incluiu um seminário económico com investidores locais para promover oportunidades de investimento.

A iniciativa abrangeu também reuniões ligadas ao comércio e foi realizada em coordenação com o consulado de São Francisco e a cônsul-geral Maria João Lopes-Cardoso, que se deslocou a Los Angeles.

A diretora do escritório da AICEP em São Francisco, Teresa Fernandes, disse à Lusa que esta missão pretendeu “abrir canais para as empresas portuguesas e promover um interesse ainda maior das empresas americanas” locais, tendo em conta a “dimensão do mercado do sul da Califórnia e a força do tecido económico da região, em especial a indústria aeronáutica, moda, cinema e tecnológica”.

O seminário mostrou oportunidades de investimento em Portugal a investidores de vários setores, incluindo cinema, que já é alvo de ações de promoção em Los Angeles há algum tempo.

Em novembro do ano passado, a Portugal Film Commission esteve presente no American Film Market para promover o país como destino de filmagens.

O programa de iniciativas em Los Angeles incluiu um evento para a comunidade portuguesa local, que contou com mais de 50 pessoas de vários setores, incluindo o ator Joaquim de Almeida, o produtor Eduardo Durão, a atriz Marta Gil, o empresário Tony Lima, a bióloga Ana Rocha e os empreendedores José da Veiga e Francisco Lopes.

O foco da AICEP no sul do estado está em áreas que não foram muito endereçadas no norte, uma vez que são mais fortes na região de Los Angeles. É o caso da moda, em que as alterações das relações com a China podem abrir mais oportunidades para empresas portuguesas.

Na área das energias renováveis e sustentabilidade, há um interesse particular no plano estratégico de Los Angeles, LA New Green Deal, uma diretiva assinada pelo ‘mayor’ Eric Garcetti no início de fevereiro, que visa ter uma economia menos dependente do carbono.

Este plano será executado ao mesmo tempo que a cidade se prepara para os Jogos Olímpicos de 2028, um evento que será catalisador de mudanças na mobilidade e consumo energético.

Esta é uma das áreas em que a AICEP considera que poderá ser relevante explorar oportunidades para empresas portuguesas com experiência em mobilidade inteligente, eficiência energética e produção de energias renováveis.

De acordo com Teresa Fernandes, a missão “relevou-se muito promissora” e atingiu os objetivos que tinham sido delineados pelo escritório em São Francisco, onde “Portugal tem vindo a ganhar protagonismo” com foco na indústria tecnológica.

O voo direto que a TAP abriu a partir da cidade californiana e Lisboa no verão do ano passado tem contribuído para um maior reconhecimento do país.

“Acreditamos estar a plantar as sementes, designadamente a rede de contactos, incluindo os portugueses da região, úteis no futuro às empresas portuguesas e à captação de investimento”, acrescentou.

Share.

About Author

Leave a Reply